Responsive Ad Slot

“Manter o ladrão feliz”, e outras recomendações aos cidadãos europeus no Rio2016

Postado por Redação

5/08/2016 6:09


Crédito:

Governos de países europeus destacam recomendações aos seus  cidadãos, que estarão no Rio de Janeiro a assistir  aos Jogos Olímpicos. Os detalhes sobre questões de documentos, saúde e principalmente como agir em caso de assalto. Destacamos abaixo algumas as recomendações que encontramos nos sites das representações consulares no Brasil.

Espanha

Informa que o risco de furto, pode às vezes envolver violência física e pode ocorrer a qualquer hora do dia ou da noite, em praticamente qualquer ponto da cidade do Rio de Janeiro. pede ao turista que evite carregar e exibir objetos de valor, “em caso de assalto é recomendado não oferecer resistência, mesmo quando os assaltantes sejam mais baixos, porque os atacantes estão frequentemente armado e podem estar sob a influência de drogas.” Esteja alerta para potenciais fraudes. Trocar o dinheiro somente em estabelecimentos oficialmente reconhecidos. Recomenda que o cidadão se inscreva no “viajante registado” do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação (MAEC ), para  facilitar o contato do Consulado / Embaixada competente com suas famílias em caso de emergência.

Grã-Bretanha

Esteja ciente dos batedores de carteira, nunca deixe sua bolsa ou pertences sem vigilância enquanto estiver em lugares públicos ou de transportes públicos; ladrões operam os aeroportos no interior, restaurantes e hotéis, bem como ao ar livre. Esteja pronto para entregar artigos de valor se você for ameaçado; não tente resistir, eles podem estar armado ou sob a influência de drogas.

Itália

Criou um manual com 15 páginas sobre o Brasil e as Olimpíadas.

00 Embaixada Italia

Suiça

Taxa de criminalidade muito elevada no Brasil. Dadas as sociais e políticas tensões, greves, manifestações e atos de violência estão aumentando. Fique longe de todos os tipos de eventos. Excessos e conflitos com os serviços de segurança ocorrem principalmente nas grandes cidades. Roubo e assalto armado são comuns em todo o país . Abusadores muitas vezes trabalham em grupos e são geralmente muito jovens e propensos à violência. Evitar a todo custo visitas a favelas.

O risco de ataques terroristas não podem ser excluídos no Brasil também.

Holanda

“Os crimes graves no Brasil estão, muitas vezes, relacionados com o tráfico de drogas, e não incidem diretamente sobre turistas.” Há tiroteios regulares em favelas duas das maiores cidades, causando muitas mortes.

Alemanha

Oferece um aplicativo ao turista, nele estão disponíveis dicas para a preparação de viagem para situações de emergência, bem como os endereços das missões alemãs no estrangeiro e as representações de seu destino de viagem na Alemanha.

Alerta sobre os riscos de se visitar uma favela, por conta da criminalidade e violência, “a visita é veementemente desaconselhada”. Também recomenda que o turista esteja prevenido para o caso de assalto, para isso que deve sempre carregar consigo uma pequena quantidade de dinheiro, para entregar ao assaltante, sem oferecer resistência.

França

O Ministério dos Negócios Estrangeiros e Desenvolvimento Internacional desenvolveu um guia de apoio, com 39 páginas, onde fala sobre o Rio apresentar riscos de segurança. Recomenda-se não andar sozinho, mesmo durante o dia. Usar de bom senso como por exemplo sair sem objetos de valor e restringir o uso do telefone celular na rua. Nunca transportar grandes somas de dinheiro; no entanto manter a mão de um bilhete para 20 ou 50 reais à mão em caso de assalto. Não é recomenda para fazer viagens de carro de longa distância, aponta a taxa de mortalidade nas estradas como particularmente elevada, em média, 42.000 pessoas por ano. Em uma matéria da Reuters, um porta voz informou que no Rio de Janeiro  “é melhor não resistir a um assalto e sempre útil ter entre 20 a 50 reais para manter o ladrão feliz”.

 

00 frança

“Deixar o ladrão feliz” é por vezes uma frase perigosa em tempos de tanta corrupção no Brasil.